quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Ideologia

texto discute sobre o conceito de ideologia, demonstrando que se trata de um tema complexo, mas de suma importância para compreensão da realidade. Existem várias definições sobre ideologia, no entanto, a autora apresenta dois conceitos que são trazem pressupostos diferentes. Na primeira definição, grosso modo, apresenta que a ideologia é um conjunto de idéias normalmente associadas a política, baseada na racionalidade, que são empregadas para compreender e delimitar a forma como se organiza a sociedade. A autora critica essa abordagem, pois sugere uma imposição de uns sobre os outros, trazendo uma carga negativa e pejorativa para o conceito de ideologia. Já no segundo conceito apresentado a ideologia consiste num conjunto de valores, sentimentos, crenças que faz sentido para os indivíduos e que abrange toda a sua vida cotidiana.

A ideologia existe em todas as ações sociais e podem ser modificadas durante as experiências de vida. As duas definições têm em comum a idéia de que a ideologia é algo inerente à vida em sociedade, na qual dão sentido ao mundo, no entanto, também apresentam diferenças essenciais em que o segundo conceito leva em consideração as questões afetivas que envolvem a ideologia.

Para compreender a ideologia e sua forma de atuação na vida cotidiana é importante considerar como se dá o processo ideológico e sua força, que muitas vezes ocorre de forma inconsciente, a ideologia se apresenta na linguagem, nos textos e nas representações, perpassando as diferentes formas textuais e abarcando as instituições como a escola e a residências entre outras. Também, as imagens publicitárias de forma geral que apresenta idéias que representam a visão de mundo de seus criadores e investidores.

Neste contexto, a ideologia que predomina em uma sociedade é considerada como a ideologia dominante conforme definida por Althusser. A ideologia dominante se desenvolver através de mecanismo que controla de forma explicita ou implícita as ações dos indivíduos que vivem numa sociedade, como exemplo de desses mecanismos podemos destacar: os Aparelhos Repressivos de Estado e os Aparelhos Ideológicos de Estado.

Referência:
Quin, R: (2004): Ideología en Aparici, R y Marí, V: Cultura popular, industrias culturales y ciberespacio. UNED. Madrid.

Nenhum comentário: