sexta-feira, 9 de maio de 2008

Tecnologia e Inclusão Social

Hoje discutimos o livro Tecnologia e Inclusão Social: a exclusão social em debate na aula cultura Digital (Mark Warskchauer, 2006).



O autor apresenta uma visão geral da Inclusão Digital, mapeando alguns pontos chaves que permeiam as discussões em diferentes partes do mundo, entre estes pontos foram destacados:

* Disponibilidade de equipamentos
* Capital social e humano
- Letramento (depende do poder econômico público-alvo)
- EAD: Tivemos uma visão geral de superficialidade em relação aos conceitos apresentados pelo autor. Em relação a tema da EaD perbecemos que o autor não apresenta argumentos suficientemente fortes para chegar as suas conclusões principalmente porque seu exemplo mais contudente refere-se a alunos (as) da educação básica na qual a bastante tempo já foi mostrado que a EAD através do computador deve ser dirigidos a educação de adultos. Isso porque a EaD exige um amadurecimento e autonomia por parte de seu público.

Sobre o letramento foi explicitada duas correntes predominante nos Estados Unidos: New literacy studies (teoria crítica, antropologia, linguística, socioliguistica) e literacy (tradicional).

Quais os desdobramentos? O que que significa a Inclusão Digital na sociedade que tanto buscamos?

Nenhum comentário: